domingo, 6 de janeiro de 2013

Mais cor no prato é igual a mais saúde para o corpo




Segundo a Organização Mundial de Saúde, ingerir cinco porções diárias, variando nas cores, é o ideal. Assim fortalecemos nosso sistema imunológico e nos preparamos para combater substâncias cancerígenas e muitas outras doenças.
Alimentos coloridos são ricos em energia e naqueles bem-vindos antioxidantes antienvelhecimento e podem oferecer ao nosso organismo compostos bioativos (substâncias que proporcionam benefícios à saúde).
Os pigmentos representam muito mais do que apenas diferenciar um alimento de outro: possuem nutrientes com características distintas.
Frutas, hortaliças e legumes possuem em sua composição, além de macronutrientes – proteínas, carboidratos e gorduras –, pigmentos como: clorofila, carotenóides, curcumina, betalaínas, licopeno, betacaroteno, entre outros.