domingo, 6 de janeiro de 2013

Qual o melhor óleo para cozinhar?



CANOLA

É um dos mais saudáveis que existem, pois tem elevada quantidade de ômega-3, que reduz os triglicerídeos e controla a arteriosclerose. Além disso, é rico em vitamina E, poderoso antioxidante que combate os radicais livres, e em gorduras monoinsaturadas, que reduzem o LDL (colesterol ruim), e possui o menor teor de gordura saturada de todos os óleos vegetais.

LINHAÇA 

Rica em ômega-3, uma gordura que previne e
 auxilia no tratamento de várias doenças inflamatórias e cardíacas. Já que esse nutriente não está amplamente distribuído na maioria dos alimentos que consumimos no dia a dia, o complemento com óleo de linhaça na dieta é fundamental. Não deve ser muito aquecido, pois perde as suas propriedades nutricionais.



GERGELIM

A composição varia entre 46% e 56% de ácidos graxos insaturados, como oleico (47%) e linoleico (41%). Isso faz do óleo de gergelim um alimento de excelente qualidade nutricional, pois os ácidos graxos insaturados
 reduzem o colesterol sanguíneo e o risco de doenças cardiovasculares e processos inflamatórios.

COCO

Recentes estudos com o óleo de coco virgem mostraram seus efeitos benéficos na
 redução de colesterol total e LDL, aumento de HDL (colesterol bom), indução da saciedade, perda de peso e melhora da resistência insulínica em pacientes com diabetes tipo 2. Deve ser usado em pratos frios.

GIRASSOL

Com vitaminas A, D, E e do complexo B, minerais como zinco e magnésio, além de ácidos graxos insaturados, como o ômega-6. É muito eficaz na
 redução dos níveis de colesterol sanguíneo e da pressão arterial, sendo benéfico na prevenção de doenças cardiovasculares.

AMENDOIM

Com ômega-9, uma gordura essencial ao organismo e reconhecida por suas funções de proteção cardiovasculares e redução do LDL. Devido à sua composição, esse óleo auxilia na
 redução de lipídios totais no organismo, recomendado para quem possui colesterol alto.


http://revistavivasaude.uol.com.br