domingo, 6 de janeiro de 2013

Chocolate do que é feito?


Você sabe do que é feita essa delícia?

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), órgão que, entre outras coisas, regula os alimentos industrializados, chocolate é um produto que contém, no mínimo, 25% de sólidos totais de cacau. As matérias-primas básicas para a sua produção são o liquor (obtido pelo refino da massa de cacau), a manteiga de cacau e o açúcar, podendo-se ou não adicionar lecitina de soja, aromatizantes, leite (em pó integral/desnatado) e outros. A partir dessa definição, conheça os tipos disponíveis no mercado:

As diferentes versões:


MEIO AMARGO: 
Tem as mesmas características do amargo, com uma taxa de cacau entre 40% e 50%.
DE SOJA:
Pode conter uma variada quantidade de cacau. É 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose, glúten e colesterol. Indicado para quem tem intolerância à lactose.
BRANCO:
Mistura de leite, açúcar, manteiga de cacau e lecitina. Tem zero de semente de cacau e, portanto, zero de flavonoides.
AMARGO:
É composto principalmente por sementes de cacau e pouca quantidade de manteiga, açúcar e leite. Em contrapartida, traz uma taxa alta de flavonoides, antioxidantes naturais. O teor de cacau fica em torno de 50% a 70%.
DIETÉTICO:
Pode conter uma variada quantidade de cacau, mas há uma redução na quantidade de açúcar. Não é, necessariamente, menos calórico, já que pode conter um teor maior de gorduras.
AO LEITE:
Composto por liquor e manteiga de cacau, açúcar, leite, leite em pó ou leite condensado. Como a quantidade de cacau é menor - abaixo de 40% -, não traz vantagens para o coração, mas tem cálcio em sua composição.