quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Não consuma suco de frutas em excesso...


Riscos da ingestão em excesso de suco de frutas

É lamentável ver como muitas pessoas estão consumindo suco de frutas acreditando estarem tendo uma atitude saudável. Mal sabem elas que essa postura pode estar alimentando o aumento das taxas de ganho de peso, obesidade, gordura no fígado, hipertensão arterial e diabetes tipo 2.
Quando você opta por trocar um refrigerante por um suco de frutas você não está ganhando nada em troca. Muitas vezes o suco de fruta é pior para a sua saúde do que o refrigerante.
Muitos pais estão dando a seus filhos uma bebida de frutas que consideram saudáveis apesar de na grande maioria estarem trocando por uma bebida açucarada que é tão rica em açúcar e especialmente em frutose, como os refrigerantes.
Um copo de suco de laranja tem cerca de oito colheres (chá) cheias de açúcar, e cerca de 50% desse açúcar é frutose. Essa é quase a mesma quantidade que tem uma lata de refrigerante, que é cerca de dez colheres (chá) de açúcar proveniente do xarope de milho que é riquíssimo em frutose.
Para que você tenha uma ideia, bebendo só um copo de suco de laranja você estará consumindo cerca de 25 gramas de frutose; quantia essa acima do ideal que deve ser consumido diariamente.
O problema é que a frutose tem sido identificada como um dos fatores primários no meteórico aumento de obesidade e outros problemas de saúde, enquanto que a maioria dos problemas é causada pela grande quantidade de consumo de xarope de milho, rico em frutose, contido em muitas bebidas adoçadas e em alimentos processados. A frutose que ocorre naturalmente em grande quantidade é também um grande problema.
Há 100 anos, a média de consumo de frutose na América era 15 gr/dia, na forma de fruta. Hoje, cerca de ¼ dos americanos estão consumindo mais de 135 gr/dia, na maioria na forma de refrigerante e outras bebidas adoçadas.
Quando a frutose é consumida na dosagem de até 15 gr/dia ela não representa nenhum tipo de problema, entretanto, como hoje chega a dez vezes essa quantidade, ela se tornou a maior causa da obesidade e está ligado com quase todas as doenças degenerativas crônicas.
Veja alguns do seu impacto na saúde:
- eleva a pressão arterial;
- acelera envelhecimento;
- interfere com a insulina e leptina, hormônios que controlam o apetite e depósito de gordura;
- eleva triglicérides;
- piora anormalidades cardíacas;
- acelera a progresso de doenças renais;
- ocasiona diabetes tipo 2 e resistência à insulina;
- eleva o ácido úrico, que resulta em gota e síndrome metabólica;
- promove a obesidade;
- aumenta as chances de aterosclerose cerebral;
- provoca cirrose hepática não alcoólica.
Portanto, pense muito bem antes achar que está agindo de maneira saudável só por estar consumindo suco de frutas. Nem tudo é tão bom quanto parece ser!

Referência bibliográfica:
- Int J. Obes (Lond) 2010 Mar, 34(3): 454-61
- J. Pediatr 2009 Jun; 154(6): 807-13
- Atherosclerosis 1988 Dec, 74(3) : 203-14
- AM Journal of Clinical Nutrition. Nov 2000, 72:1128-1134
- Journal of Nutrition. Dec 2000; 130:3077-3084
- J. Endocrinol. 2011 Mar, 208(3): 273-83
- Am J Physiol Renal. 2007, Oct; 293(4): F 1256-61   
- Chem Biol Interact. 2009 Mar; 178 (1-3): 332-9
- American Journal of Clinical Nutrition. Nov 2002 vol. 76 Nº 5, 911-922
- Obesity  (Silver Spping) 2009 Nov; 17(11): 2003-13
- Life Sci, 2006 Dec 23; 80(3): 200-4
- Carbohydr Res. 2011 May 15; 346(7): 933-8