sexta-feira, 20 de abril de 2012

Quando o chefe pega no seu pé


Quando o chefe pega no seu pé
Todo mundo já teve um chefe difícil. Quando ele resolve pegar no seu pé, o que você faz: reprime a raiva e acumula mágoas, ou extravasa tudo e corre o risco de ser demitida? Nenhuma das duas atitudes é saudável. O ideal é assumir o controle da situação ou, pelo menos, de seus nervos.
Vera Martins, autora do livro Tenha Calma! (editora Elsevier),nos trás dicas de como melhorar a dor de estômago e de cabeça. Lembre-se: o ideal é assumir o controle da situação ou, pelo menos, de seus próprios nervos.
O que a irrita mais?
· Arrogância
· Cobrança excessiva
· Competência posta em xeque
· Críticas públicas
· Exclusão do processo de decisão
· Falta de valorização e de reconhecimento
· Imposição de ideias
· Indiferença
· Injustiça
· Intriga
· Manipulação

Aprenda a lidar com a situação

Coloque-se no lugar do seu chefe
Procure entender o motivo para ele agir dessa forma. Será que ele é mesmo uma má pessoa, ou só não sabe fazer a coisa de outro jeito?
Domine sua ira
Avalie o que você ganha e o que perde ficando brava. A chance de a segunda opção terminar maior é grande.
Escolha ideias construtivas
Deixe a cara fia de lado e se esforce para enxergar o copo "meio cheio". Otimismo é estratégia, não confunda com ingenuidade.
Busque uma solução
Converse, sugira mudanças, tente um acordo. Não custa nada hastear a bandeira branca de vez em quando.

Blinde-se contra a carga negativa dele!

1. Saboreie o almoço
Coma devagar, em um lugar tranquilo, prestando atenção em cada alimento. Nada de ocupar a mente com as atividades a realizar nessa hora, hein?
2. Dê mais risada
Rir ativa o sistema cardiovascular, aumentando os batimentos do coração, e faz o cérebro liberar endorfinas, aquela substância que dá a sensação de bem-estar.
3. Saia com as amigas
O organismo de quem tem amigos produz uma quantidade maior de oxitocina, o hormônio
que melhora a confiança, a disposição e a extroversão.
4. Viva o presente
Concentrar-se no aqui e agora faz você esquecer o passado e o futuro, reduzindo a ansiedade.
Durante um ataque de nervos...
· Corra para o banheiro e tranque-se ali por uns minutinhos, respirando bem fundo e soltando o ar sempre pela boca.
· Feche os olhos e use todos os sentidos para criar um quadro imaginário claro da cena que a fez querer subir pelas paredes.
· Sinta as mudanças que acontecem no seu corpo.
· Respire de novo profundamente e relaxe os músculos.
· Inspire e expire vagarosamente.
· Mantenha o motivo da sua raiva na mente.
· Torne a inspirar e expirar, até a irritação perder a importância.