segunda-feira, 9 de abril de 2012

Prevenção ao envenenamento


Prevenção ao envenenamento


Ser tóxico ou não só depende da dose, não importa que a substância seja química, natural ou sintética, em doses altas podem causar danos à saúde. Acontece que não se pode determinar de uma forma geral qual é a dose tóxica, visto cada substância é individual e possuem características diferentes. Por isso se faz necessário saber importância da toxicologia de medicamentos, pois essa área da toxicologia vai estudar as substâncias e verificar sua toxicidade.

      A toxicologia de medicamentos estuda os efeitos adversos de medicamentos usados na terapêutica. Estuda também as intoxicações ocorridas pelo uso excessivo de determinado medicamento, ou até mesmo acidentes. Esses efeitos adversos podem ocorrer pelo fato de o organismo humano ser incapaz de biotransformar e portanto há a dificuldade de eliminar esse composto. Esses efeitos adversos podem ser decorrentes da interação entre medicamentos, idiossincrasia, alergia, tolerância e dependência.

      Na toxicologia de Medicamentos é de suma importância a observação dos seguintes fatores: meia-vida, biodisponibilidade, dose terapêutica, dose resposta, margem de segurança, dose tóxica e dose letal. Para obter resultados terapêuticos positivos e também à prevenção de efeitos tóxicos. 

      No caso de tratamentos prolongados é grande valia o uso da monitorização terapêutica, pois mede-se a concentração do medicamento no local e portanto previne a intensidade dos efeitos. A maioria dos fármacos monitorados são: anticonvulcionante, antineoplásicos, cardioativos, antibióticos, analépticos e neurolépticos.