segunda-feira, 9 de abril de 2012

Intoxicações e antídotos


Intoxicação

         A intoxicação é o efeito nocivo que se produz quando uma substância tóxica é ingerida ou entra em contato com:
       Pele e olhos
       Mucosa: Nasal, do trato gastrintestinal, dos orgãos genitais
         São situações comuns na prática médica, principalmente em emergências médicas e são a causa mais freqüente de acidentes domésticos não mortais.

Antídoto


         É toda substância que se utiliza para cancelar ou reduzir os efeitos de um tóxico no organismo.
         Seu mecanismo de ação é baseado na  neutralização do tóxico, podendo ser por:
1.    Quelação;
2.   Reações antígeno/anticorpo;
3.   Antagonização farmacológica;
         Disponíveis apenas para uma parte dos potenciais tóxicos

N-acetilcisteína
spinpill.gif (2473 bytes)

         Indicado:
       Intoxicação pelo paracetamol;
       Porém há estudos que mostram seu possível uso nas intoxicações por  cloroformio e tetracloreto de carbono

Anticorpos antidigitálicos

         Como age:
       Inativação do digital por formação de um complexo com os anticorpos específicos; a reversão dos sinais de intoxicação inicia dentro de 30 min e completa-se dentro de 3 horas
         Indicações:
       Nas arritmias graves e/ou hiperpotassemias por intoxicação digitálica.

Atropina (anti-muscarínico)
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       É um antagonista dos  receptores muscarínicos da acetilcolina;
         Indicações:
       Intoxicação com organofosforados ou carbamatos;
       Na correção da bradicardia induzida por:
         Digitais, Beta-bloq, organofosforados, carbamatos

Azul de metileno (cloreto de metiltionina)

         Como age:
       Transformação da meta-hemoglobina em hemoglobina
         Indicação:
       Tratamento da meta-hemoglobinemia com:
       Hipoxemia sintomática (dispneia, confusão, taquipnéia) ou;
       Meta-hemoglobina >25-30%

Benzilpenicilina (Penicilina G)
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       Proteção parcial da lesão hepática causada ocasionada pelas amatoxinas; 
       A  P. G procaína se liga ao GABA que se acumula, devido à diminuição da depuração hepática.
       A elevação dos níveis plasmáticos de GABA explica a inibição dos neurônios.
         Indicações:
       Tratamento intoxicação por Amanita phalloides e dos cogumelos que  possuam amatoxinas

Bicarbonato de sódio

         Indicações:
         Acidose metabólica grave causada por:
       Metanol, salicilados, etilenoglicol.
          Intoxicação por:
       Fenobarbital, salicilados e outros ácidos fracos.
       Ação: Age aumentando a excreção urinária e alcalinizando-a)
         Intoxicação por antidepressivos cíclicos e antiarrítmicos tipo I-a ou I-c:
       Ação: Previne a cardiotoxicidade destas drogas.
         Ingestão excessiva de Ferro:
       Age: Faz parte dos componente dos líquidos de lavagem gástrica, objetiva formar  quelatos insolúveis

Carvão ativado
spinpill.gif (2473 bytes)

         O que é e como age?
       É um antídoto inespecífico, de largo espectro que age adsorvendo os tóxicos na sua fina rede de poros impedindo a absorção.
         Processo de adsorção é rápido;
         Cerca de 90 % no primeiro minuto;
         Tem excreção nas fezes sem sofrer metabolização
         Indicado nas Intoxicações por :
       Aspirina,
       Ácido oxálico,
       Atropina,
       Barbitúricos,
       Dextropropoxifeno,
       Digoxina,
       Cogumelos,
       Estricnina,
       Fenilpropanolamina,
       Fenitoína,
       Fenol,
       Paracetamol,
       Propantelina,
       Antidepressivos tricíclicos

Biperideno

         Como age:
       Efeito anticolinérgico periférico
         Indicações:
       Intoxicações por metoclopramida, fenotiazinas,  butirofenonas, difenilbutilpiperidinas e tioxantenos:

Desferroxamina
spinpill.gif (2473 bytes)

         Indicações:
       Na intoxicação aguda ou crônica por Ferro em pacientes em diálise;
       Intoxicação crônica por Alumínio
         Ele determina uma neurotoxicidade e/ou osteodistrofia associada a alumínio >60 ng/mL em doentes que estão em diálise  crônica

Dimercaprol (BAL)

         É um agente que quela os grupos sulfidrilos do dimercaprol, formando complexos que serão excretados na urina
         Indicado nas intoxicações por:
       Arsênio,
       Mercúrio,
       Chumbo,
       Ouro,
       Outros metais pesados (antimónio, bismuto, crómio, cobre, níquel, tungsténio, zinco)

Edetato de cálcio e sódio - EDTA
 spinpill.gif (2473 bytes)
         Como age:
       Formando complexos com quase todos os íons metálicos polivalentes e alguns monovalentes.
       O complexo  formado EDTA/metal é excretado pela urina.
         Indicações:
       Intoxicação por chumbo (fazer Dimercaprol junto),
       Intoxicação por magnésio, ferro, zinco, crómio, níquel;
         Ineficaz:
       Intoxicações por Ouro, Mercúrio e Arsênio

Etanol

         Como age:
       Funciona como substrato competitivo preferencial da desidrogenase láctica, diminuindo a formação de metabolitos tóxicos de outros álcoois
         Metanol: ácido fórmico;
         Etilenoglicol e dietilenoglicol: ácidos glicólico e oxálico
         Indicado:
       Intoxicação aguda por:
         Metanol,
         Etilenoglicol,
         Dietilenoglicol

Fisostigmina (Efeito ~ organofosforado)
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       É um inibidor da acetilcolinesterase que é uma  enzima  responsável pela quebra das moléculas de acetilcolina na fenda sináptica.
       Ao inibi-la promove uma elevação da acetilcolina e  uma superestimulação colinérgica.
         Indicações:
       Intoxicações graves por substâncias anticolinérgicas:
         Atropina,
         Anti-histamínicos,
         Metoclopramida,
         Alguns antiparkinsonianos,
         Fenotiazinas

Fitomenadiona (Vitamina K1)

         Como age:
       A Vit K é um Co-fator essencial à síntese hepática dos fatores II, VII, IX e X da coagulação.
         Indicado:
       Intoxicações por anticoagulantes derivados da cumarina e indandiona (presentes em raticidas)

Flumazenil
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       Faz uma Inibição competitiva  com os receptores dos benzodiazepínicos
         Indicado:
       Intoxicação por  benzodiazepínicos

Folinato

         Como age:
       Antagonizando os receptores dos antagonistas do ácido fólico.
         Indicado:
       Tratamento da intoxicação pelos antagonistas do ácido fólico:
         Metotrexate,
         Pirimetamina,
         Trimetoprim,

Glicagina (glucagon)
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       Estimulando a formação de AMPc, iniciando uma cascata de eventos celulares que eleva a glicemia.
         Indicação:
       Intoxicação por Beta-Bloq e  Calcio-Bloq
       Hipoglicemia grave

Gluconato de cálcio

         Indicação:
       Intoxicações por:
         Calcio-Bloq (diltiazem, verapamil, nifedipina.);
         Derivados do flúor e magnésio (se usado por via oral)



Hidroxicobalamina
 spinpill.gif (2473 bytes)
         Como age: 
       Através da quelação,consegue diminuir o cianeto intracelular e assim reativar a enzima mitocondrial Citocromoxidase.
         Indicação:
       Intoxicações agudas pelo ácido cianídrico e produtos cianogénicos

Labetalol

         Como age:
       É um bloqueador  beta e alfa-adrenérgico
         Indicado:
       Nas crises hipertensivas por drogas estimulantes:
         Cocaína
         Anfetaminas

Metadoxina
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       Acelera o metabolismo e eliminação do etanol
         Indicação:
       Intoxicação alcoólica aguda

Naloxona

         Como age:
       Antagoniza os receptores dos opiáceos: Mi, K e Sigma
         Indicação:
       Intoxicação por opiáceos;
       Ação não comprovada na reversão do coma e depressão respiratória associada a intoxicação por clonidina, etanol e benzodiazepínicos

Nitroprussiato de sódio
spinpill.gif (2473 bytes)

         Como age:
       É um vasodilatador periférico.
         Indicação:
       Na hipertensão grave ocasionada por Intoxicação com IMAO
       Nos  espasmos arteriais periféricos causados por produtos com ergotamina

Oximas (obidoxima e pralidoxima)

         Como age:
       Reativa as colinesterases inativadas por organosfosforados, fazendo com que diminua a atividade colinérgica e muscarínica (fasciculações e bloqueios neuromuscular)
         Indicado nas intoxicações por:
       Pesticidas (organofosforados e carbamatos)
       Gases neurotóxicos anticolinesterásicos  (gases de guerra)

As intoxicações são uma importante causa de ida à emergência médica, principalmente na faixa pediátrica;

A maior parte das intoxicações ocorrem por ingestão, porém podemos encontrar intoxicações por inalação ou absorção cutânea, fazendo-se necessário uma investigação completa: anamnese, exames físicos e se necessário, exames laboratoriais.

Tais antídotos são específicos na maioria das vezes para intoxicações com fármacos e geralmente quando empregados de maneira correta conseguem reverter facilmente tais intoxicações.
capsule.gif (9052 bytes)capsule.gif (9052 bytes)